Novamente o Diabo o levou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles; e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares. (Mt 4:8-9)

Não restam dúvidas, sucumbimos aos encantos das propostas feitas no deserto da Judeia. As palavras proferidas pelo diabo, a despeito do fracasso com o Senhor, encontrou solo fértil no coração e nas mentes evangélicas. As  glórias do mundo são o objetivo e missão desse cristianismo dos últimos dias.

Sob diversos pretextos e falsos propósitos, o evangelicalismo – cuja pretensão é ser cristão – oferece em borbotões suas mensagens, sua contemporaneidade, sempre na busca de projeção pessoal, sim, fluem dos púlpitos, dos eirados e principalmente dos estúdios em busca do reconhecimento e conquista do mundo. As meras palavras, aforismos  em nome do Senhor, mas produto de mentes ávidas pelo reconhecimento que atentas identificam quais nichos são oportunos para garantir audiência.

Sutil e enganosamente urgem-se como defensores da moral cristã, mas a vocação pelo picadeiro se interpõe e o oportunismo adicionando a si mesmo  escarnece verdade, temos portanto, a maquiagem do mal.

É difícil sustentar que a Igreja do Senhor tenha como propósito legislar além de seus muros, ultrapassar suas fronteiras espirituais.

Tomemos Israel como exemplo: em nenhum momento de sua história as regras do povo de Deus tornaram-se padrão de conduta religiosa ou moral para as demais  nações.  Alertava-se àquele povo para não fazer alianças ou importar os hábitos dos gentios.

Da mesma forma, quão difícil é para um leitor – despido de sua cosmovisão denominacional – não encontrar do verso abaixo o mesmo paralelismo que autentica a seletividade de Deus em relação ao mundo.

Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus. (Jo 3:36)

Portanto, a Igreja do Senhor não legisla para além do seu povo, a despeito de apresentar o bem moral e ético ao mundo. Quem crê… quem não crê…
Li um texto (http://andandonagraca.blogspot.com/2012/02/silas-malafaia-esta-na-lista-dos.html) a respeito da posição adotado pelo Pr. Silas Malafaia para combater a prática homossexual.  O autor do artigo, sabiamente, não defende a prática homossexual, simplesmente refuta a estratégia – agressividade e autopromoção – do Pastor na defesa da moralidade cristã.


Hei de concordar que o método utilizado pelo Pastor é estranho e contrário às Escrituras.

O erro do método obscurece e escamoteia a verdade, e isso não vem de Deus.


Algumas questões devem ser avaliadas:
1.   O Pastor Silas Malafaia tem estatura moral para tal campanha? Vide sua história e alianças;
2. O homossexualismo deve ser combatido,  – sem nenhuma dúvida. Mas os homossexuais não fazem parte da Igreja do Senhor, portanto seriam objeto de disciplina eclesiástica?
3.    Os homossexuais e como qualquer outra criatura deve ser objeto de ofensas pessoais ou qualquer tipo de agressividade por cristãos?
4.  Devemos alertá-los sobre a penalidade eterna  – é dever de todo crente. Não deveríamos agir assim para corruptos,  mentirosos, adúlteros, ladrões, apóstatas etc.? E lhes falar do amor de Deus em Cristo?
O que é possível depreender dessa questão é que a oferta do diabo achou lugar no coração de muitos homens, tais como o Pastor Silas.

4 comentários em “O sucesso pretendido ou Homossexualismo do senhor Malafaia

  1. Como a algum tempo que não fazia uma visita, hoje resolvi ver o que está a escrever.É o anseio da minha alma que Jesus seja consigo, e encaminhe seus passos pela vereda da justiça. E que Ele cresça na sua vida de maneira que seja visto pelas pessoas que rodeiam sua vida, que o amor de Jesus fortaleça sua vida, e seja como um rio transbordante. Também resolvi dizer-lhe que embora não te conheça mas em Cristo te amo, e continue a ser luz. Um abraço. Se desejar, mas é só se quiser siga meu blog, de volta seguirei o seu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s