1.    O que é a Eucaristia?
É o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo sob as espécies de pão e vinho. Por meio da consagração, o sacerdote converte realmente no corpo e sangue de Cristo o pão e vinho oferecido no altar.
2.    O que é a Santa Missa?
É a renovação sacramental do sacrifício da cruz.
3.    A Santa Missa é o mesmo sacrifício da Cruz?
Sim, a Santa Missa é o mesmo sacrifício da Cruz, mas sem derramamento de sangue, pois agora Jesus Cristo encontra-se em estado glorioso.
4.    De que modo Jesus Cristo está presente na Eucaristia?
Jesus Cristo está na Eucaristia verdadeira, real e substancialmente presente, inteiro, vivo e glorioso, com seu corpo, sangue, alma e divindade, em cada uma das espécies e em qualquer parte delas. 
5.    A Hóstia consagrada é uma “coisa”?
Não, a Hóstia consagrada não é uma “coisa”, embora o pareça; é uma Pessoa Divina, é Jesus vivo e verdadeiro. 

Fonte: http://www.catequisar.com.br/texto/materia/celebracoes/christi/11.htm


Qualquer pessoa, mesmo que utilize minimamente sua racionalidade, ao ler o texto acima, reconhecerá que está diante de um festival de grosserias lógicas e afrontas às Escrituras.
Tomarei os textos farei alguns questionamentos, que espero, sejam respondidos sob a luz das Santas Escrituras – ou mesmo do livre pensar.

o sacerdote converte realmente no corpo e sangue de Cristo o pão e vinho oferecido no altar”. (Tópico 1)


Temos acima a afirmação que o sacerdote católico transforma (transubstancia) o pão e o vinho no corpo real de Jesus. Não num simbolismo, mas no corpo literal do Senhor, com seus sentimentos, sua inteligência e sua vontade.

Dado a um fato tão “espetacularmente excepcional”, questionar é preciso:
  1. Em qual disciplina da formação do sacerdócio católico é aprendida tal “conversão”?
  2. Como é feita a aferição do aprendizado, ou seja, como é feita a mensuração da presença de Cristo na hóstia?
  3. Quais os instrumentos utilizados para certificar-se que o “fato” ocorreu?
  4. Poder-se-ia imaginar que um estudante ficasse reprovado nessa disciplina, por não haver feito a transubstanciação como “esperada”?
Passemos agora a segunda questão. 

É a renovação sacramental do sacrifício da cruz”. (Tópico 2)


Após “aprenderem a transubstanciar” a questão toma contornos mais graves. Levando-se em conta que o “sacrifício da cruz” foi a MORTE DE UMA PESSOA, a Eucaristia transforma-se em um caso de assassinato.  Há um crime tipificado: assassinato.

No tópico 5 afirma: 

Não, a Hóstia consagrada não é uma “coisa”, embora o pareça; é uma Pessoa Divina, é Jesus vivo e verdadeiro”.(Tópico 5)

A afirmação de que Jesus está “realmente” na Hóstia –a hóstia é uma Pessoa.  Temos a materialidade.

E ainda lemos: 

Jesus Cristo está na Eucaristia verdadeira, real e substancialmente presente, inteiro, vivo e glorioso”. (Tópico 4)


Aqui passamos a saber que foi a vítima: Jesus Cristo, dando detalhes sobre o crime: 

é o mesmo sacrifício da Cruz, mas sem derramamento de sangue” (Tópico 4)


Precisaríamos chegar a autoria, e isso nos é dado sem esforço algum:

o sacerdote converte realmente no corpo e sangue de Cristo o pão e vinho oferecido no altar”. (Tópico 1)


O sacerdote “conscientemente” faz com que a hóstia passe a ser uma pessoa, Jesus – “Jesus Cristo está na Eucaristia verdadeira, real e substancialmente presente, inteiro, vivo” e depois repete o sacrifício na cruz (mata-o).

Estamos diante de um grupo de assassinos seriais – o fazem todos os dias de missa. E a crueldade é maior por repetir o crime e com a mesma vítima.

Se o que  Igreja Católica Apostólica Romana ensina é verdadeiro, é um caso de assassinato…  de polícia.


Se a questão não fosse tão absurda, descabida, eu iria denunciar o crime para autoridade policial. Mas as Escrituras se me advertem sobra as mentiras e falácias dos últimos dias:

Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmosblasfemos, ímpios, caluniadores, inimigos do bem, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses. (2 Tm 3.1-5)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s