Porque na muita sabedoria há muito enfado; e o que aumenta o conhecimento aumenta a tristeza.(Ec 1:18)

O texto acima afirma e não podemos negar a multiplicação do conhecimento por toda a terra… e com  ele vem a tristeza, diz o Senhor. 

Como o homem tem negado sua tristeza interior! Como tem tentado disfarçar o seu próprio coração!


A necessidade das sensações, a busca pelo poder e a busca pelo (re)conhecimento, esta é a única percepção e motivação que envolve a vida humana. Seria isso o contraponto da tristeza que envolve a vida humana?

Todos buscam algo que esteja fora de seu cotidiano, as excepcionalidades. Cada conquista  tem seu prazo de validade e uma nova logo é agendada. Assim, esperneiam em todas as direções: das sensações, do reconhecimento, das experiências. Não há quietude no coração humano!

Antes que todos abandonem a leitura, é preciso considerar o que realmente é a proposta do texto: avaliar o frenesi do homem em busca de acalmar seu coração aflito.  
Um questionamento se faz evidente: Como encontrar algo que possa mensurar tal inquietude? respondo: a busca pela satisfação. 
O que faz com que as pessoas estejam incansavelmente em busca de satisfação? Atrevo-me a oferecer a tristeza interior – a partir daqui chamarei de Solidão. 

A solidão pessoal, a solidão emocional, a solidão interior: a infelicidade de sentir, a infelicidade de poder e de saber (e nada afaga o coração aflito). Sempre se quer sentir “algo a mais”; quer poder mais e saber mais. Nenhum sentimento, status ou conhecimento é o suficiente para acalmar os corações, deseja-se mais e mais. 

A busca pela satisfação é a face exposta da solidão. São manifestações da solidão não declarada, da infelicidade maquiada.


Tomemos ex-dependentes (e atuais também) químicos de drogas lícitas ou não, eles  afirmam que recorreram ao “plus” dessa substâncias por curiosidade, problemas, opção etc. Todas essas causas alegadas e outras mais têm como motivação a necessidade de satisfazer-se, a busca do bem-estar ou prazer: o descanso da solidão permanente. Essa fuga da realidade é um indicador de solidão. 


Toda a esfera da normalidade do indivíduo – a solidão presente – é aflitiva, é opressora. É preciso ir além da normalidade cotidiana. 

Preencher seu coração está fora da realidade “possível”. Nenhum prazer há à parte do álcool ou da droga, nesta mesma linha vem o adultério, a prática homossexual etc. 

Um outro indicador da solidão humana: as redes sociais. O Facebook, mania que bem poderia ser chamada, de Rede da Solidão Subliminar. Nela as pessoas constroem seus próprios cativeiros, reféns da solidão, partem vorazmente na busca de “amigos” e da busca de atenção – fugir do império da solidão.


Oferecem-se (Convidam-se) aos borbotões, os números são espetaculares na construção da rede de amigos. Há pessoas que em 4 meses exibe a incrível marca de 500 amigos. Ou seja, 125 amigos por mês, quase 4 por dia, e todos os dias da semana. (E tão poucos conseguem em uma vida 20 amigos!)
É um instrumento de autopromoção, de oferta e busca de compaixão, de atenção de seus pares… e de fuga da realidade.

Que necessidade é essa de sentir-se em meio à multidão de “amigos”, senão a solidão?

Foi reconstruída o conceito de amizade, na verdade, nem mesmo sabem o que é amizade. Apenas artificializam, pois perdidos em suas divagações supérfluas, já  nem mesmo sabem o que ela representa, seus valores, limites, sentimentos e responsabilidades. 

Saem tateando, fugindo da solidão, sem dela livrarem-se.
  
Enganam-se nas fileiras sem face com amigos viscerais, com sentimentos extremos, de necessidades intensas e freqüência ininterrupta. Cada segundo, a cada notícia sem importância suscita uma alegria que expressa os corações vazios. 
Saem na buscam de paz e nada encontram, aprofundam-se na solidão.  Assim como o álcool ou a droga experimentam o aconchego do Face, mas nada lhes afastará da solidão de suas almas… a não ser que ouçam.

Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. (Mt 11:28)


Um comentário em “A solidão da alma e o Facebook

  1. A Paz de Cristo, conhecer seu blog alegrou meu coração. Suas mensagens são edificantes para o Corpo de Cristo, e um bálsamo para todos que acessam esse espaço abençoado. Como prova do meu amor cristão deixo uma lembrancinha que fiz, espero que goste do acróstico:C ultivar uma vida de oração.R evigorar-se pela leitura diária da Palavra.E star sempre disposto a obedecer a Deus.S er uma testemunha fiel no viver e no falar.C onsagrar a Deus seu corpo, tempo e talentos.E sperar de Deus a orientação para a vida.R evestir-se do poder do Espírito Santo.Nós precisamos CRESCER na Graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.A propósito, caso ainda não esteja seguindo o meu blog, deixo o convite.http://frutodoespirito9.blogspot.com/Em Cristo,***Lucy***P.S. Convido a visitar o blog do irmão J.C. repleto de mensagens abençoadoras; algumas polêmicas, porém ricas de entendimento.Acesse:http://discipulodecristo7.blogspot.com/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s