A pesquisa frutífera e reconfortante das Escrituras exige encontrar os verdadeiros conselhos e o caráter de Deus. Longe de ser uma capacidade inata do homem, há a ação do Espírito Santo que nos permite construir com segurança uma perspectiva mental como padrão e princípio para nos conduzir à verdade. E como consequência a quietude de nossa impropriedade diante de Deus.

Quanto mais distante estamos dessa disposição mental, mais riscos corremos em chegar às “verdades pessoais”, acreditando ser o que Deus falou, concebendo em seu caráter fragilidades próprias da criatura.

A falácia da autonomia humana tem fortalecido um novo ânimo impelindo as criaturas a oporem-se à natureza espiritual. Paira sobre esta geração um ar humanista permitindo-lhes tudo. Forjaram a “aparição” de um deus social, deus de negócios e lazer criado a imagem e semelhança do homem.

Que pese agradar às multidões e ofereça simpatia, não é esse Deus que se revelou nas Escrituras, tampouco o que veio ao mundo para salvar pecadores.

Assim, não se conhecerá a verdade libertadora, o que lhes custará grande preço a ser – e será – pago.

A nova igreja cansou-se das promessas do Senhor, elevou seu estandarte renovador e proclama: Estou rica está, de nada sinto falta. Acomodou-se ao mundo e saiu para conquistá-lo para si mesma.

Sacerdotalista em sua forma mais irreverente e perversa, criou seus ídolos. Entrou nos negócios desta vida – mercado, sociedade, política, misticismo, entretenimento. A justa medida do aniquilamento da verdade cristã (a perversão do caráter de Deus).

Na prática costurou-se (remendou-se) novamente o véu, descontinuando o a obra do Senhor, retornou ao culto de si mesma.

Nem o Pai, nem o Filho e nem o Espírito tem “utilidade”.

Quão alto preço pagará!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s