Resultado de imagem para simão o mago

O livro de Atos dos Apóstolos, em seu capítulo 8, registra a primeira pregação do Evangelho fora de Jerusalém. Especificamente, em Samaria. Um local que mesmo pertencendo à nação de Israel, há muito tempo sua população abandonou a verdade, imergindo na idolatria. Permitiam que toda sorte de crendice, e engano fosse tolerado e reconhecido como verdade.

Esse espirito samaritano permitiu a Simão, que quer dizer ouvinte, um mágico, enganar às pessoas, se anunciar como mensageiro de Deus. Desde crianças, até adultos assim o viam. Mostrando que o desconhecimento da verdade unido à falácia, constroem um deus qualquer, segundo o coração dos homens. Assim, Simão é um homem de boa reputação em Samaria.
Felipe, vindo de Jerusalém, chega à cidade, anunciando-lhes a Cristo. O único e verdadeiro Deus. E sinais e milagres seguiam a pregação, subjugando espíritos malignos e curando pessoas. E muitas daquelas pessoas se voltaram para Felipe (v. 5-8).
Simão percebeu uma nova oportunidade de manter sua reputação. Para um mágico, Felipe não passava de um impostor. E o Cristianismo um meio de enganar às pessoas. Diz o texto (v. 13) que foi batizado, e ficava continuamente ao lado de Felipe, extasiado, não compreendendo à nova realidade que presenciara.
Neste intervalo de tempo, Pedro e João, vindos de Jerusalém, chegam a Samaria. E com eles, novos sinais são manifestados. Simão prova que o velho mágico permanecia em seu coração. Apenas à espreita de um novo engano, para garantir suas regalias e poder. Não resiste, e oferece dinheiro para adquirir tais poderes (18).
Pedro lhe adverte afirmando que sua mente, seu coração, sua sabedoria e interesses eram evidências de condenação. E insistiu para que ele se arrependesse. Simão, em sua resposta, deixa claro escolhera permanecer em sua vida de engano, de mentiras. Queria apenas continuar em seus pecados e não ser considerado culpado diante de Deus. (24)
Esse espírito samaritano permeia nossas igrejas. A mentira sendo utilizada em benefício de uma falsa fé, um falso arrependimento, um falso batismo e por fim, uma falsa vida… tudo em busca de projeção e honra pessoal. 
O que vemos, é que Simão permanece e se multiplica entre nós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s