O inferno é real? Ou apenas uma abstração, criada por fanáticos e ignorantes? Ou, pelo contrário, há evidências de sua realidade?

Jesus deixou escrita sua convicção a respeito, ao afirmar: “não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo (Mt 10:28).

Neste mesmo texto, Jesus afirmou ser o inferno uma instância após e separado da morte física (que conhecemos). Rejeitou, assim, a ideia que o inferno e o céu são aqui. Exaltou a existência e senhorio de Deus, como aquele que deve ser temido, pois tem poder sobre o destino dos homens.

O questionamento sobre a realidade do inferno é livre, mas cobra um preço alto… da razão. Sim, questionar as afirmações de Jesus, por coerência, EXIGE, da mesma forma, questionar – ou mesmo rejeitar, um conjunto de evidências associadas a Jesus. Pois, há um entremeado de fatos que une sua historicidade à história dos povos, chegando até aos nossos dias, ao que vivemos. Vejamos apenas alguns desses fatos: 

Os impérios que existiram: Assírios, o Egito, os Persas, Gregos, Romanos;

Os personagens que viveram: Nabucodonosor, Alexandre, Tibério César, Pôncio Pilatos, Herodes. 

Os escritos de Paulo, e de Pedro que morreram por noticiar e afirmar tais fatos… da história cristã. 

Em especial, o povo judeu, do holocausto, de suas riquezas, de Israel, de Jerusalém, até o pen-drive.

Todos estes impérios, personagens, locais construíram o mundo que vivemos… são a história humana. 


Decerto, o inferno oferece evidências (associações) históricas que não podem ser negligenciadas, sem comprometer a razão. Caso o façamos, estabelecemos um mundo separado da história, abriga-se em fantasias. Logo, o inferno, segundo as palavras de Jesus, é histórico, real. 

O problema não está nas evidências, mas na autoproclamada grandeza humana, que EXIGE a inexistência de alguém (Deus) com poder para criá-lo (Inferno) e, mais grave: lançá-los (pecadores impenitentes) lá.   

Leia a Bíblia.

Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem [tudo] consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas, ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração. (Mt 6:19-21)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s